quinta-feira, 29 de maio de 2014

Futebol: Seus Personagens, Suas Histórias


Em parceria com o Museu do Futebol, o SESC São Caetano inaugura exposição em homenagem ao famoso massagista da seleção brasileira, Mário Américo

O Museu do Futebol - instituição da Secretaria de Estado da Cultura, localizada no estádio do Pacaembu - e o SESC São Caetano apresentam uma exposição que faz parte do projeto "Futebol: Seus Personagens, Suas Histórias", e mostra a trajetória do massagista Mário Américo durante as Copas de 1950 a 1974. Fotos, vídeos e objetos pessoais de personagens da história do futebol contam a história desse craque. A mostra, instalada no Sesc São Caetano, vai até dia 30 de julho, e o acervo é do Centro de Referência do Museu do Futebol.

O futebol é um esporte feito por muitos além dos 11 em campo: são profissionais dedicados exclusivamente a cuidar da saúde e bem-estar físico dos atletas e, embora às vezes sejam apenas coadjuvantes em grandes vitórias, passando longe dos holofotes, fazem parte indiscutível de um grande time. E ninguém mais emblemático que Mário Américo, massagista da Seleção canarinha durante sete campeonatos mundiais, que participou de desafios, derrotas e conquistas de alguns dos maiores jogadores que o Brasil já teve.

A trajetória de Américo é repleta de peculiaridades, sacrifícios e superação, insinuando paralelos com as transformações que o próprio país estava passando. Negro, de origem humilde, teve uma breve passagem pelo boxe antes de entrar para o futebol. Muito além de sua função específica, ele personifica a presença dos muitos anônimos que, apesar de suas contribuições para o sucesso de algumas epopeias, permanecem invisíveis nos registros oficiais.


Serviço

Futebol: Seus Personagens, Suas Histórias
Local: Sesc São Caetano 
Endereço: Rua Piauí, 554 - Bairro Santa Paula 
Data: de 26/05 a 31/07 
Ingressos: Entrada gratuita 
Horário de funcionamento: de segunda a quinta, das 7h às 21h30; sextas, das 7h às 19h; e sábados das 8h às 17h30.
Tel.: (11) 4223-8800 
Informações: www.sescsp.org.br e www.museudofutebol.org.br 



Narração de Histórias, Atividade Educativa e Intervenção Artística no Espaço de Leitura

Participe da programação cultural do Espaço de Leitura, sediado no Parque da Água Branca, nos dias 31 de maio e 1 de junho O projeto maiúsculos & MINÚSCULOS, promovido pelo Núcleo Educativo do Espaço de Leitura, continua com suas atividades para toda a família aos sábados e domingos, sempre às 11h. Por meio de propostas lúdicas são usados recursos como narração de história, leitura, brincadeiras, jogos e oficina de criação com o objetivo de aproximar os participantes dos livros e incentivar a leitura. No sábado, 31/5, das 12h30 às 14h30 a programação do Ocupaço de Leitura apresenta a Construção, intervenção artística comandada pela arte-educadora Liana Yuri. A intervenção é criada a partir de módulos de papelão que serão usados para a construção de uma pequena cidade imaginária.
Às 15h, os contadores de histórias Wienfurter e Paulo Farah narram Lamparina de ouro e gigante egoísta, o espetáculo apresenta duas histórias divertidas de homens poderosos e de caráter duvidosos. No domingo, 1/6, das 12h30 às 14h30, a programação do Ocupaço de Leitura apresenta Entre com cuidado no amarelo piscante, mediação destinada ao público infantil com o objetivo de pensar o Espaço de Leitura como partida para discutir o uso das regras e formas de convivência dentro de espaços públicos. A artista visual Marília Carvalho vai mediar os processos de uma maneira lúdica usando dois livros: Trocoscópio, de Bernardo Carvalho, e Siga a Seta, de Isabel Minhós Martins. À tarde, às 15h, a contadora de histórias Kiara Terra narra O Tatu e a girafa, que conta a história de um casal incomum. A fábula de forma delicada e bem humorada fala sobre amor à família e sobre as expectativas do que devemos ser. Todas as atividades são gratuitas e organizadas pelo Espaço de Leitura do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo. Confira a programação completa: Sábado, 31 de maio, das 11h às 12h Atividade educativa com adultos e crianças maiúsculos & MINÚSCULOS Com equipe de educadores do Espaço de Leitura Pais e filhos, tios e sobrinhos, amigos e vizinhos, maiúsculos e minúsculos participam de brincadeiras, leituras, conversas e oficinas propostas pelo educativo do Espaço de Leitura. A cada edição, uma atividade diferente e divertida. Sábado, 31 de maio, 15h Narração de histórias Lamparina de Ouro e Gigante Egoísta Com Eliane Wienfurter e Paulo Farah Contado com bonecos de corda e um grande livro como cenário de fundo, o espetáculo apresenta duas histórias de homens poderosos e de caráter duvidoso. Lamparina de ouro é a primeira narrativa, que se trata de um sultão orgulhoso e valente, que não admitia a própria velhice e não queria velhos no seu reino. A segunda é um conto famoso de Oscar Wilde: Gigante egoísta. Ao voltar de uma longa viagem, o gigante expulsa as crianças que brincavam em seu jardim e levanta um grande muro. Venha conferir o enredo destas histórias de transformação. Domingo, 1 de junho, das 11h às 12h Atividade educativa com adultos e crianças maiúsculos & MINÚSCULOS Com equipe de educadores do Espaço de Leitura Pais e filhos, tios e sobrinhos, amigos e vizinhos, maiúsculos e minúsculos participam de brincadeiras, leituras, conversas e oficinas propostas pelo educativo do Espaço de Leitura. A cada edição, uma atividade diferente e divertida. Domingo, 1 de junho, 15h Narração de histórias: O tatu e a girafa Com Kiara Terra Um tatu se apaixona por uma girafa e ela por ele. Nasce uma família em que cada um é único especial e, principalmente, diferente dos demais. Uma fábula delicada e bem humorada sobre amor à família e sobre as expectativas do que devemos ser. PROGRAMAÇÃO DO OCUPAÇO DE LEITURA Olhe ao redor, o que você vê? Se estiver em casa, busque a janela. Observe a rua, o parque e a praça. Como as pessoas circulam? Como utilizam esses espaços? Como se dá o encontro com as outras pessoas? O Espaço de Leitura convida crianças e adultos a ocuparem o espaço do encontro, o lugar dos diferentes modos de vida com suas opiniões. Por meio de apresentações culturais, atividades educativas e exposição, serão propostos questionamentos, reflexões e desafios a fim de fomentar o debate em torno da atuação dos cidadãos nos espaços públicos. Pratique o exercício do espaço público, participe! Sábado, 31 de maio, das 12h30 às 15h Intervenção artística: Construção Com Liana Yuri Você já imaginou construir uma cidade? “Construção” é uma intervenção criada a partir de módulos de papelão que serão usados para a construção de uma pequena cidade imaginada. Os participantes serão convidados a explorar a espacialidade corporal, os limites do olhar, largura, altura, peso, equilíbrio e, claro, a imaginação. Domingo, 1 de junho, das 12h30 às 14h30 Intervenção artística: Entre com cuidado no amarelo piscante Com Marília Carvalho O objetivo deste encontro é pensar o Espaço de Leitura como ponto de partida para discutir o uso das regras e formas de convivência dentro de espaços públicos, por meio de processos que buscam investigar e ressignificar a sinalização e a comunicação visual destes espaços. A artista visual Marília Carvalho vai mediar os processos de uma maneira lúdica usando dois livros: Trocoscópio, de Bernardo Carvalho, e Siga a Seta, de Isabel Minhós Martins. Essa atividade é destinada para crianças a partir de 6 anos e adultos de todas as idades. EXPOSIÇÃO: É seu? É meu? É nosso! OCUPAÇO Até 31 de julho Composta por duas produções, uma delas é uma exposição interativa em 12 painéis onde o público é convidado a intervir em espaços públicos, sugerindo soluções para a construção de uma biblioteca com pouco orçamento ou de como tornar o Espaço de Leitura “mais” público e ainda mais participativo. No quiosque expositivo será exibida uma coletânea de vídeos que reflete sobre os diferentes aspectos que envolvem os espaços públicos, como o encontro de indivíduos distintos, negociação, mobilidade, esvaziamento, ocupação e cidadania. FEIRA DE TROCAS DE LIVROS Você tem um livro de que gostou, mas que já está na hora de outra pessoa ler? Ou quer começar a ler um novo? Venha renovar seus livros. Só não participam didáticos, religiosos e enciclopédias. Além de trocar livros, você também pode deixar uma carta para o próximo leitor da sua obra doada. Quando: todos os domingos Horário: das 14h às 17h Sobre o Espaço de Leitura O Espaço de Leitura é uma ação sociocultural e educativa do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), idealizada pelo Instituto Poiesis de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura. Sediado no Parque da Água Branca, na Zona Oeste da capital, o Espaço de Leitura oferece aos cidadãos, em especial às crianças, acesso à leitura e, principalmente, à descoberta do prazer da leitura por meio da oralidade, da escrita, da observação e da interpretação. Nesse sentido, além do acesso gratuito ao acervo variado de livros e publicações disponíveis em quiosques temáticos, a ação realiza atividades culturais e educativas, voltadas tanto para entidades sociais cadastradas pelo Fundo Social, como para o público visitante do parque.
Parque da Água Branca Aberto de terça a domingo. Terças, das 10h às 18h. De quarta a domingo, das 9h às 18 h. Rua Ministro Godói, 180 – Perdizes Tel.: 11 2588-5811 contato@espacodeleitura.org.br twitter.com/leituranoparque http://www.espacodeleitura.org.br/ facebook.com/espacode.leitura

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Prêmios MPT de Jornalismo chegam a R$ 360 mil


Prêmios MPT de Jornalismo chegam a R$ 360 mil

mpt

 

 

Reportagens sobre fraudes trabalhistas podem ganhar de prêmio R$ 45 mil


As inscrições para o Prêmio MPT de Jornalismo vão até o dia 31 de julho. Podem ser inscritas matérias, reportagens e fotografias jornalísticas que abordarem temas relacionados ao trabalho, publicadas entre 1de janeiro de 2013 e a 31 de julho de 2014. São oito categorias e a premiação total é de R$ 360 mil. A ideia do prêmio é destacar reportagens em todas as mídias que retratarem investigações e denúncias de irregularidades trabalhistas, além de casos de sucesso no combate às fraudes nas relações de trabalho, ao trabalho escravo, infantil, à discriminação, ao meio ambiente de trabalho, à liberdade sindical, ao trabalho portuário e aquaviário e às irregularidades trabalhistas na Administração Pública.

Podem concorrer materiais de oito categorias: jornal impresso, revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo, mídias sociais e repórter cinematográfico. Na fase regional, os vencedores de cada categoria receberão R$ 5 mil. Na etapa nacional, o valor é de R$ 10 mil para a Menção Honrosa de Repórter Cinematográfico e R$ 15 mil para as demais categorias. Um prêmio especial de R$ 45 mil destacará matérias e reportagens sobre "Fraudes Trabalhistas".

Para inscrever-se, basta acessar o site do prêmio - www.premiomptdejornalismo.com.br -, preencher seus dados e fazer o upload do material. Cada participante poderá concorrer com até três trabalhos. Os profissionais deverão ter registro profissional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Apenas os candidatos das categorias webjornalismo e mídias sociais não precisam apresentar o registro.

Mais informações

www.premiomptdejornalismo.com.br

www.facebook.com/premiomptdejornalismo



Faculdade Cásper Líbero e USP celebram os 50 anos de carreira de Ricardo Kotscho



Em parceria, instituições abordam a prática da reportagem em meio século de trabalho do jornalista

No próximo dia 30 de maio, às 15h, a Faculdade Cásper Líbero, em parceria com a Escola de Comunicação e Artes da USP, promove o seminário sobre os 50 anos de carreira do jornalista Ricardo Kotscho, um dos maiores repórteres da imprensa brasileira.

Além da presença do homenageado, o evento contará com a participação de profissionais renomados na imprensa brasileira como Clóvis Rossi, Audálio Dantas, Jorge Araújo, Eliane Brum e Hélio Campos Mello. Mediado por Mariana Kotscho, o seminário irá abordar a prática da reportagem em meio século de carreira do jornalista.

Em sua vasta carreira, Kotscho já trabalhou nas principais redações do país nas funções de repórter, repórter especial, editor, chefe de reportagem, colunista, blogueiro e diretor de jornalismo. Entre os prêmios conquistados, destaque para o "Esso em Jornalismo" em 1975, 76, 78 e 95. O jornalista também possui 20 livros publicados, entre eles "Do golpe ao Planalto – Uma vida de repórter (Companhia das Letras, 2006)", "A Prática da Reportagem (Ática, 1986)" e Vida que segue (Escrita Fina, 2011)

Para participar é necessário um e-mail com nome, RG, curso e nome da instituição que representa paraeventos@fcl.com.br. As inscrições são gratuitas.

Serviço

Evento: Seminário 50 anos de carreira de Ricardo Kotscho

Data: 30 de maio

Horário: 15h

Inscrições no site www.casperlibero.edu.br



quarta-feira, 21 de maio de 2014

Museu do Futebol inaugura exposição Brasil das 20 Copas



Mostra temporária, que ocupa 300 m², será aberta ao público em 27 de maio 
com apoio da Eaton

 

A história da participação brasileira nas Copas do Mundo será apresentada, de forma dinâmica e interativa, na exposição "Brasil das 20 Copas". A partir de 27 de maio, o público que passar pelos 300m² da mostra, no Museu do Futebol – instituição da Secretaria de Estado da Cultura, localizada no Estádio do Pacembu - fará uma viagem pelo tempo repleta de experiências multimídia e reviverá os principais momentos do maior evento mundial de futebol.

 

Todas as edições da Copa contaram com a presença do Brasil, o país é o único que conquistou essa façanha e levou a taça do mundo cinco vezes para casa. Essa participação vitoriosa terá bastidores, segredos e inúmeros detalhes expostos, com apoio da Eaton, na capital de São Paulo. Na exposição, também será possível saber quais foram os jogadores que vestiram a camisa da seleção brasileira entre 1930 e 2014.

 

De acordo com Luiz Bloch, diretor executivo do Museu do Futebol, o apoio de empresas privadas à iniciativa é fundamental, pois garante a renovação das atividades e dos conteúdos do Museu. "O uso da tecnologia e de diversos recursos multimídia nos  posicionam como uma instituição moderna, agradável e surpreendente ao visitante. Por ser uma companhia inovadora e provedora de soluções tecnológicas, temos um encontro ideal entre a missão e a visão do Museu e os valores da Eaton", comentou.  

 

Os ingressos do Museu do Futebol, que fica aberto de terça a domingo, custam R$ 6,00 inteira e R$ 3,00 meia; as quintas-feiras e aos sábados a entrada é gratuita.  Crianças de até sete anos, professores da Rede Pública (Municipal, Estadual ou Federal) e pessoas com deficiência não pagam.  Até o dia 13 de julho, o Museu ficará aberto das 9h às 21h (com permanência até às 22h). Mais informações podem ser obtidas pelo site www.museudofutebol.org.br.

"No ano do Mundial, a Eaton quer levar mais informação sobre esse esporte para todos que amam e curtem futebol", disse Francis Kusznir, gerente de comunicação da Eaton para a América Latina. Somente em 2013, a empresa realizou 27 projetos de cultura, esportes e saúde possibilitando à população o acesso a conceitos de sustentabilidade, ética e educação. 

 

Serviço
Exposição Brasil das 20 Copas 
Data: 
a partir de 27 de maio (De terça a domingo)
Local: Museu do Futebol. Praça Charles Miller, s/n – Pacaembu.


segunda-feira, 19 de maio de 2014

Caminhos e desafios para cidades sustentáveis é o tema de evento que acontece na UFSCar


 

Jornada de Gestão e Análise Ambiental ocorre de 3 a 6 de junho. Inscrições para participantes estão abertas

De 3 a 6 de junho, acontece na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) a III Jornada de Gestão e Análise Ambiental. O evento, que visa discutir os caminhos e os desafios para cidades sustentáveis, aborda os conceitos de planejamento ambiental, arquitetura, mobilidade urbana, gestão e qualidade de vida.
Promovida e realizada pelo curso de bacharelado em Gestão e Análise Ambiental da UFSCar, a Jornada tem como objetivo propiciar discussões, debates, troca de experiências, compreensão de casos e atualizações sobre novas tecnologias aplicadas na área ambiental. A programação conta com palestras, minicursos, mesas-redondas e oficinas, além de apresentações orais de trabalhos e sessão de painéis.
Alunos de graduação, pós-graduação, pesquisadores de diferentes universidades de cursos relacionados à área de Gestão e Análise Ambiental e afins, além de profissionais, empresários, consultores, ambientalistas e gestores da área ambiental, podem participar da Jornada. As inscrições seguem abertas até o início do evento e devem ser realizadas por meio do site da Jornada, em www.jornadagaa.ufscar.br. Já o prazo para os interessados em submeter trabalhos já foi encerrado.
Mais informações podem ser acessadas na página www.jornadagaa.ufscar.br ou pelo email divulgacao.jornadagaa@gmail.com.

domingo, 18 de maio de 2014

Museus de São Paulo investem em qualificação profissional


Funcionários se aperfeiçoam em idioma estrangeiro em curso gratuito oferecido pelo Pronatec Turismo. O objetivo é melhorar o atendimento ao turista estrangeiro

 

Para receber bem os visitantes estrangeiros durante a Copa do Mundo, o Museu do Futebol e o Museu da Língua Portuguesa, dois dos principais pontos turísticos da cidade da São Paulo, estão reforçando o treinamento de seus funcionários. Eles estão recebendo aulas de inglês por meio do Pronatec Turismo, programa de qualificação profissional do Ministério do Turismo em parceria com o Ministério da Educação.

O espaço, primeiro no mundo dedicado exclusivamente a um idioma, já recebeu, desde sua inauguração em 2006, mais de três milhões de visitantes. Uma das principais vantagens do curso, além da gratuidade, é o fato de o funcionário não ter de sair do local de trabalho para assistir às aulas. As turmas de níveis básico e intermediário recebem aulas no próprio Museu da Língua Portuguesa, localizado no centenário prédio da Estação da Luz. "Posso fazer o curso no horário de trabalho, o que é muito bom", diz o funcionário Fagner Braga, que trabalha no MLP há dois anos e está se aperfeiçoando em inglês.

O Museu do Futebol, que também participa do programa, chega a receber cerca de duas mil pessoas em dias de grande fluxo. Além de contar a história do futebol brasileiro, o espaço mostra de forma lúdica e interativa como o esporte influencia a cultura brasileira.

Monitora do museu há dois anos, Patricia Alves já tinha feito curso básico de inglês. Mesmo assim, o curso foi proveitoso para ela. "Aprendi termos mais específicos para lidar com o público, como explicar as regras de visitação, indicar orientações, solicitar que guardem o ingresso e recomendar que tirem fotos sem flash, por exemplo".

O Pronatec Turismo já matriculou mais de 10 mil pessoas no estado de São Paulo e 166 mil em todo o país. O programa oferece 54 cursos presenciais e gratuitos ligados às atividades do receptivo turístico, para capacitar quem já trabalha no setor de turismo e 21 cursos para quem pretende ser inserido no setor. São cursos presenciais e gratuitos, com carga horária mínima de 160 horas, realizados em parceria com as Secretarias Estaduais e Municipais de Turismo, por meio do Senac, Senai, Sesc e Sesi, além de institutos federais e estaduais de educação.

São Paulo deve receber 63 mil estrangeiros durante a Copa, além dos 327 mil brasileiros que devem circular pela capital paulista. De acordo com pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo durante a Copa do Mundo na África do Sul, a cultura é um dos principais interesses dos turistas que participam do mundial.

 

Serviço:


Museu da Língua Portuguesa

Endereço: Praça da Luz s/n

Horário: de terça a domingo, das 10h às 17h.

Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia entrada), com entrada gratuita aos sábados.

Horário: das 9h às 18h

 

Museu do Futebol

Endereço: Praça Charles Miller, s/n - Estádio do Pacaembu

Horário: das 9h às 18h

Ingressos: R$ 6,00 (R$ 3,00 a meia entrada para estudantes, professores e idosos). Entrada gratuita às quintas-feiras. *Consulte o horário em dias de jogos

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Exposição defende o olhar das mulheres sobre o futebol brasileiro – As Donas da Bola, no Centro Cultural São Paulo

 

O Centro Cultural São Paulo abre a exposição As Donas da Bola, com curadoria de Diógenes Moura, patrocínio Petrobras e Caixa Econômica Federal, reunindo 11 dos mais representativos nomes da fotografia brasileira: Ana Araújo, Ana Carolina Fernandes, Bel Pedrosa, Eliária Andrade, Evelyn Ruman, Luciana Whitaker, Luludi Melo, Marcia Zoet, Marlene Bergamo, Mônica Zarattini e Nair Benedicto. A exposição tem um conjunto com 121 imagens, cor/ preto e branco, as quais retratam a presença da mulher e suas relações com a cultura do futebol, esporte tão característico do universo masculino.
As Donas da Bola reúne fotógrafas profissionais com grande experiência no fotojornalismo, seja em trabalhos autorais ou em ensaios, e mostra o lado delas acerca desta tradição, por meio de um modo de ver especial, sensível, de um ponto de vista interior – sem a pretensão de considerá-lo material de consumo. “Essa iniciativa pretende preencher uma lacuna importante ao aplicar a percepção e a consciência social sobre a importância da mulher no futebol enquanto esporte, dentro de uma cultura nacional ainda em formação.”, comenta Diógenes Moura.
Neste sentido, o material produzido e apresentado nesta mostra resulta em um documento fundamental para o entendimento e a compreensão da fotografia, a partir de um olhar feminino sobre o maior fenômeno cultural do Brasil. 
 
Exposição: As Donas da Bola
Fotógrafas: Ana Araújo, Ana Carolina Fernandes, Bel Pedrosa, Eliária Andrade, Evelyn Ruman, Luciana Whitaker, Luludi Melo, Marcia Zoet, Marlene Bergamo, Mônica Zarattini e Nair Benedicto
Curadoria: Diógenes Moura
Patrocínio: Petrobrás e Caixa Econômica Federal
Abertura: 17 de maio de 2014, sábado, às 16h
Período: 18 de maio a 13 de julho de 2014
Local: Centro Cultural São Paulo
Rua Vergueiro, 1.000 – São Paulo, SP
Tel.: (11) 3397-4002

quinta-feira, 15 de maio de 2014

​ Metrô de SP recebe a exposição 'Momentos Coloridos' até 31 de maio

 
​Tela 'Amazonas' é uma das obras expostas

Transmitir a paz, a alegria e a leveza que existem em todas as cenas retratadas ​n​as obras pontilhistas da artista plástica Izabel Litieri. Esta é a proposta da exposição gratuita ‘Momentos Coloridos Apesar do Mistério da Vida’, que o Metrô de São Paulo recebe até 31 de maio, na estação Jardim São Paulo - Ayrton Senna (Linha Azul)


Izabel Litieri é considerada atualmente uma das principais representantes da técnica do pontilhismo no país. A paulistana já acumula várias exposições no Brasil e também no exterior - onde participou recentemente de duas bienais internacionais na Itália.

​​
A exposição tem como objetivo continuar o trabalho da artista plástica de divulgar a “arte para todos” em locais públicos, com grande concentração de pessoas. E esta é a segunda vez que ela realiza uma mostra individual em parceria com o Metrô de São Paulo. Na primeira, que aconteceu no ano passado, Izabel Litieri gostou da experiência. “Foi bem marcante. Fiquei quatro meses com a exposição em várias estações do Metrô e o público gostou muito. Eu tive um retorno muito positivo. Gostaria que outros locais públicos com grande concentração de pessoas pudessem ser utilizados da mesma forma, pois isso é bom para aproximar o público da arte”, comenta.

Serviço
Exposição no Metrô: 'Momentos Coloridos Apesar do Mistério da Vida'
Quando e Onde? De 10 até 31 de maio, na estação Jardim São Paulo -Ayrton Senna (Linha Azul)

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Prêmio Literário Câmara Cascudo 2014/2015

GLOBAL EDITORA E INSTITUTO LUDOVICUS PROMOVEM O PRÊMIO LITERÁRIO CÂMARA CASCUDO

Em comemoração aos 60 anos da obra Dicionário do Folclore Brasileiro, de Luís da Câmara Cascudo, a Global Editora, em parceria com o Ludovicus – Instituto Câmara Cascudo, criam o concurso nacional de ensaios Prêmio Literário Câmara Cascudo 2014/2015. Com o objetivo de promover e difundir as obras do escritor, um dos mais respeitados pesquisadores do folclore e da etnografia do Brasil, o prêmio será concedido ao melhor trabalho inédito que aborde o tema “A cultura popular na obra de Câmara Cascudo”.
Para Daliana Cascudo, diretora do Ludovicus, essa iniciativa é uma oportunidade para divulgar, discutir e revitalizar uma obra fundamental para o entendimento do povo brasileiro. “Não é todo dia que celebramos os 60 anos de edição de uma obra no Brasil. Mas esta não é uma obra qualquer: é uma verdadeira ‘enciclopédia’, em que a cultura brasileira está exposta em todas as suas mais diversas manifestações”, diz.
As inscrições podem ser realizadas até 30 de dezembro de 2014 e os trabalhos devem ser enviados para a Global Editora (São Paulo/SP) ou para o Ludovicus – Instituto Câmara Cascudo (Natal/RN). O prêmio será de R$ 6.000,00 (seis mil reais) e o vencedor terá seu trabalho publicado em formato de livro pela Global Editora. 
Para mais informações, acesse:
www.globaleditora.com.br/noticias/premio-literario-camara-cascudo-20142015/

terça-feira, 13 de maio de 2014

Exposição Urbanidades, de Edilson Ferri, na Reitoria da Unesp


Parceria é entre a Universidade e a Associação Profissional de Artistas Plásticos de SP

O artista Edilson Ferri inaugura, dia 13 de maio, a exposição 'Urbanidades', na Reitoria da Unesp. A atividade se insere no Projeto 15x15, parceria entre a Unesp, por intermédio de seu Comitê de Artes e Cultura ligada à Pró-reitoria de Extensão Universitária, e a Associação Profissional de Artistas Plásticos de São Paulo. A exposição reúne obras em técnica mista e fotomntagens.

Exposição Urbanidades
A arte é uma expressão de mundo que ganha sentido sempre que o criador se volta para um tema sobre o qual tenha algo a dizer. Edilson Ferri, na exposição Urbanidades, parceria entre a Unesp e a Associação Profissional de Artistas Plásticos de São Paulo, traz a sua visão da cidade com um olhar diferenciado.
Seja na pintura com técnica mista ou nas fotomontagens, apresenta a fragmentação e a justaposição como características de um universo sobre o qual é possível lançar múltiplas percepções. Locais históricos da capital paulista e de outros ambientes, assim como pedações de outras imagens são colocados lado a lado num jogo de cores e formas.
Arquiteto de formação e com os primeiros passos na arte marcados pelo prazer de realizar pequenas paisagens citadinas, Ferri ergue atualmente os seus próprios mundos, em que monumentos, esculturas, edifícios e pessoas interagem num diálogo maduro e pleno de significados e significações.
Um fator essencial está nas maneiras de ver o cotidiano como o ponto inicial de uma reflexão sobre os sentidos do aparente caos em que se vive numa metrópole. Há nisso tudo uma ordem interior, uma busca de parentescos imagéticos que dão ao trabalho do artista uma mescla de sabor crítico ao que chamamos de real e um fazer compositivo diferenciado
Itinerância
Se houver interesse me levar a exposição para outra unidade da Unesp ou mesmo para outras localidades, encaminhe solicitação para o e-mail cac-l@listas.unesp.br

A parceria também inclui arquivos em áudio e vídeo com os integrantes da Apap. Objetivo é gerar um acervo a ser consultado por alunos dos cursos da Faculdade de Arquitura, Artes e Comunicação da Unesp de Bauru e do Instituto de Artes da Unesp de São Paulo, além de professores, estudantes, servidores técnico-administrativos e público em geral.
EXPOSIÇÃO
'Urbanidades', de Edilson Ferri, dentro do projeto 15X15, parceria entre a Unesp e a APAP

PERÍODO
13 a 26 DE MAIO DE 2014
SEGUNDA A SEXTA DAS 9 ÀS 17 H EXCETO FERIADOS

CURADORIA
OSCAR D’AMBROSIO

LOCAL:
ESPAÇO CULTURAL UNESP
RUA QUIRINO DE ANDRADE, 215
CENTRO - SÃO PAULO – SP
Exposições anteriores
Dentro do projeto 15x15, a exposição, 'Brasilidades', de Marilzes Petroni, realizada na Reitoria, SP, de 15 a 28 de abril, desperou o interesse das Bibliotecas das unidades de Ãraçatuba, Bauru, São José dos Campos, Sorocaba e Tupã. A exposição 'Olhares', de Valdir Rocha, após passar pela Reitoria, de 29 de abril a 12 de maio, despertou o interesse das unidades de Rio Claro e São José dos Campos.

Exposição de revistas e suplementos culturais acontece na UFSCar até sexta–feira




Mostra gratuita reúne jornais e revistas publicados entre o final do século XIX e os dias atuais

A Unidade Especial de Informação e Memória (UEIM) e o projeto de extensão Observatório Cidadania Cultura e Cidade, ambos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), realizam até a próxima sextafeira, dia 16 de maio, a exposição "Revistas e suplementos culturais: passadopresentefuturo".
A mostra conta com dez exemplares de jornais e reproduções de jornais de São Carlos, 17 periódicos de circulação nacional ou regional e uma seleção de 20 blogs e sites de divulgação e análise cultural. A publicação periódica mais antiga é de 1876, o Almanach Litterario da Cidade de São Paulo. "O material exposto pretende contar a história de como, do século XIX ao século XXI, os diferentes veículos de imprensa trataram e entenderam a cultura e a literatura, e também promover uma reflexão sobre o que, em cada momento histórico, foi valorizado por esses veículos e de que maneira seus projetos editoriais abordaram o assunto", explica Rejane Cristina Rocha, docente do Departamento de Letras e coordenadora da UEIM.
Alguns materiais expostos chamam a atenção. Nos jornais da cidade de São Carlos, no início do século XX, por exemplo, não havia algo como um "suplemento cultural". Poesias, crônicas, resenhas e notas sobre eventos culturais, como saraus, programação de cinema e peças teatrais, aparecem dispersas por todo o jornal. Outro item interessante é a Revista do Brasil, editada pelos escritores Monteiro Lobato e Paulo Prado.
A exposição tem um blog, www.expoueim.wordpress.com, no qual estão sendo postadas, ao longo do período da exposição, informações e referências detalhadas sobre os itens que estão expostos, com o objetivo de divulgar o contexto histórico de publicação de cada item, a importância dessas revistas para o período, quantos números circularam e quais estão disponíveis para consulta no acervo da UEIM.
A visitação pode ser feita de segunda a sextafeira, das 9 às 18 horas, no Auditório da UEIM, que fica no prédio do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH), na área Sul do Campus São Carlos da UFSCar. A entrada é gratuita. Mais informações no blog da exposição, www.expoueim.wordpress.com.