quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos e presidente da Sabesp discutem a crise hídrica na FecomercioSP


 Benedito Braga e Jerson Kelman apresentarão as medidas a serem tomadas para garantir a oferta de água no Estado e, no caso de total desabastecimento, qual será o plano de contingência; evento acontecerá no próximo dia 6 

São Paulo, 29 de janeiro de 2015 - A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por meio do seu Conselho de Sustentabilidade, realizará no dia 6 de fevereiro o seminário "A Crise Hídrica e seu Plano de Contingência". O evento terá a participação do secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, Benedito Braga, e do presidente da Sabesp, Jerson Kelman.

Eles falarão sobre as ações de curto, médio e longo prazos do governo paulista para garantir o abastecimento de água e os planos de contingência no caso de desabastecimento, além de quais medidas serão tomadas pelo Governo do Estado de São Paulo para aumentar a oferta de água e diminuir a demanda.

Vale lembrar que o Brasil (em especial a Região Sudeste) passa por uma crise hídrica sem precedentes. Os reservatórios que abastecem 20 milhões de pessoas - bem como todos os serviços de saúde, educação e comércio - estão em níveis muito baixos. O Cantareira, sistema que registra o menor nível, opera com 5,1% de sua capacidade.

O presidente do Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP, José Goldemberg, idealizador do evento, reforça que, no curto prazo, uma das principais medidas é economizar no consumo de água. "Cada pessoa consome, em média, 180 litros de água por dia em São Paulo, mas técnicos dizem que as pessoas podem atender às suas necessidades diárias utilizando 20% menos. É possível economizar e é algo que já está sendo feito pelos consumidores, mas outras medidas são necessárias, especialmente nos médio e longo prazos", diz.

O encontro será realizado no próximo dia 6, sexta-feira, na sede da Entidade, a partir das 9h.


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Prefeitura de São Paulo lança Plano Diretor Estratégico ilustrado e concurso público nacional de curta metragem sobre o PDE




Com o objetivo de difundir os conteúdos do novo Plano Diretor Estratégico, a Prefeitura de São Paulo lançará, no próximo dia 04 de fevereiro, em cerimônia na Praça das Artes, o livro com o texto da Lei ilustrado, cartilha com as estratégias ilustradas e o concurso público nacional de obras audiovisuais de curta metragem do Plano Diretor Estratégico da cidade de São Paulo.
O concurso premiará 5 obras audiovisuais de curta metragem. O vencedor do concurso será contratado pela Prefeitura para desenvolver uma obra audiovisual seriada com 12 capítulos, abordando temas específicos do Plano Diretor Estratégico.
Convite:
Lançamento do livro com o texto da Lei ilustrado, cartilha com as estratégias do novo Plano também ilustradas e concurso público nacional de obras audiovisuais de curta metragem do Plano Diretor Estratégico da cidade de São Paulo
Dia: 04/02/2015
Local: Praça das Artes – Sala do Conservatório (Avenida São João, 281 – Centro)
Horário: 18h às 20h
Clique aqui e saiba mais.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

33º CIOSP: Ana Estela Haddad fala sobre a saúde bucal das crianças brasileiras no dia 24 deste mês

Ana Estela Haddad  Foto: Vilma Gonçalves/SECOM


Dia 24 de janeiro (sábado), das 14h às 15h30, Ana Estela Haddad – cirurgiã-dentista, doutora em Ciências Odontológicas e esposa do atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad – coordenará o curso “Saúde bucal de crianças brasileiras” durante o 33º Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo (CIOSP), no Expo Center Norte. “Vamos mostrar como têm sido as ações do Brasil Sorridente e de outros programas que incidem sobre a saúde geral e bucal na infância, tanto no âmbito nacional como no município de São Paulo”.

Professora da Faculdade de Odontologia da USP, Ana Estela chama atenção para o fato de que o Brasil Sorridente não só atua com a fluoretação da água de abastecimento, mas também promove atenção primária na Estratégia de Saúde da Família. “Nos últimos dez anos, o Brasil evoluiu muito com relação ao acesso da população aos serviços de saúde bucal. Aliás, nosso país faz parte de um grupo seleto de países que incluíram a saúde bucal no sistema de saúde de acesso universal e gratuito, o SUS. Nesse mesmo período, foi instituído o Brasil Sorridente e criados mais de mil Centros de Especialidades Odontológicas em todo o território nacional”.

Mas ainda há muito a ser feito. Apesar de o Brasil apresentar, hoje em dia, baixa prevalência de cárie, permanece um desequilíbrio entre as regiões, estados e municípios – refletindo a vulnerabilidade econômica e social de parte da população. “Numa parceria entre as pastas de Saúde e Educação, programas importantes foram implementados em todo o país, buscando integrar o ensino superior e a atenção à saúde prestada nos serviços do SUS. Não apenas na Odontologia, mas envolvendo 14 profissões da Saúde”, diz a especialista. “As equipes de atenção primária à saúde (APS) são compostas por médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas, além de agentes comunitários e profissionais de nível técnico. O objetivo principal é atuar na promoção, prevenção e tratamento dos principais agravos de saúde, incluindo a saúde oral”.

Ainda com relação à prevenção de doenças bucais, Ana Estela Haddad acredita que a prevenção e promoção da saúde começa desde a gestação, com a aquisição de hábitos alimentares saudáveis e de higiene bucal. “Isso precisa ser construído pelos governos como um valor nas escolas, nos serviços de atenção à saúde e nas famílias. Quando bem utilizado, o conhecimento científico atual permite que as crianças cresçam livres de cárie e que o adulto possa manter sua dentição saudável ao longo de toda sua vida.” Segundo a cirurgiã-dentista, para chegar nesse ponto é fundamental estabelecer uma boa interface de relacionamento e troca de informações com ginecologistas, obstetras, pediatras e clínicos gerais, sensibilizando-os sobre a importância de integrar os cuidados à saúde bucal nas orientações de saúde geral.

Mais informações:
33º CIOSP – Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo
Curso: Saúde bucal de crianças brasileiras
Palestrante: Prof. Dra. Ana Estela Haddad, cirurgiã-dentista, doutora em Ciências Odontológicas e professora da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP)
Quando: dia 24/1 (sábado), das 14h às 15h30
Onde: Expo Center Norte
* Consulte a Grade Científica completa do 33º CIOSP em www.ciosp.com.br

Os melhores momentos de 2014


Exposição fotojornalística, com os fatos mais marcantes do ano da Copa do Mundo no Brasil, chega ao Shopping Ibirapuera
A0418_SERGIO_BARZAGHIOs fatos que marcaram o Brasil e o Mundo no ano de 2014 chegam ao Shopping Ibirapuera! De 20 de janeiro até 15 de fevereiro, alguns dos momentos mais inesquecíveis estarão na exposição Fotoretrospectiva 2014, que reúne 80 imagens memoráveis registradas pelas lentes de diversos repórteres fotográficos da imprensa brasileira.
Vivemos eleições, manifestações, um longo período de estiagem em São Paulo, fomos da famigerada goleada de 7 X 1 da Alemanha, terminando com a vitória brasileira no surf mundial. Apesar de tudo isto, 2014 será sempre lembrado como o ano da Copa das Copas, passando a figurar como um dos períodos mais significativos na história de todos os brasileiros.
Momentos que foram captados pelo olhar imparcial de diversos profissionais do fotojornalismo como Alex Silva, Evelson de Freitas, Moacyr Lopes Junior, Rogério Soares, Paulo Whitaker, Sergio Barzaghi, Reinaldo Canato, Mauricio Maranhão, Leo Barrilari e muitos outros que contam um pouco desta história vivida por todos nós por meio de seus registros.
Organizada em conjunto com a Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos no Estado de São Paulo (ARFOC-SP) e com patrocínio da Canon do Brasil, a mostra, que já está em sua 10ª edição, chega ao Shopping Ibirapuera como uma forma de manter viva a história recente, com destaque para o lado artístico que muitas imagens trazem consigo, acrescentando um valor ainda maior para as obras.
“A importância de produzir uma exposição como esta é poder levar ao público imagens que marcaram o ano e que, por vezes, após a publicação na mídia, caem no esquecimento”, diz Nilton Fukuda, diretor de marketing e cultura da ARFOC-SP, que ainda revela que a exposição contará com fotografias inéditas, que nunca foram expostas.

Serviço – Exposição Fotoretrospectiva 2014
Período: de 20 de janeiro até 15 de fevereiro - diariamente
Horário: das 10h às 22h
Local: Piso Jurupis
Visitação Gratuita

Shopping Ibirapuera
Av. Ibirapuera, 3.103 – Moema (SP)
Tel: (11) 5095 2300 
Twitter: @Ibirapuera
Facebook: facebook.com/ibirapuera

Horário de funcionamento:
Segunda a Sábado: das 10h às 22h
Domingos e Feriados: das 14h às 20h (lojas) – das 11h às 22h (alimentação)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Mostra ‘Cores do Xingu’ entra na reta final em Auriflama (SP)


Está em cartaz até 30 de janeiro (sexta-feira), no Centro Cultural e Biblioteca de Auriflama (SP), a exposição “Cores do Xingu”. A mostra, que retrata o cotidiano dos indígenas do norte do Estado do Mato Grosso, chegou ao município pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, por meio do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), em parceria com a Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari) e a prefeitura.
Com produção do Museu Índia Vanuíre (Tupã), “Cores do Xingu” apresenta imagens produzidas pela fotógrafa Bárbara Avelino, que teve como proposta causar uma reflexão sobre a questão indígena no Brasil. O projeto tem como finalidade promover um diálogo, colocando a beleza e a realidade xinguana em evidência através da plasticidade da imagem fotográfica e audiovisual. 
Aberta ao público, a visitação acontece das 8h às 18h. O Centro Cultural e Biblioteca de Auriflama está localizado na Rua João Pacheco de Lima, 50 – 13, no Centro. Outras informações pelo telefone (17) 3482-2733 ou no site www.sisemsp.org.br .
Serviço
Exposição “Cores do Xingu” 
Período: até 30/1/2015 (sexta-feira)
Local: Centro Cultural e Biblioteca de Auriflama (Rua João Pacheco de Lima, 50 – 13 centro – Auriflama/SP)
Horário: segunda a sexta, 8h às 18h
Informações: (17) 3482 - 2733

domingo, 18 de janeiro de 2015

Exposição desvenda a história de São Paulo pelas obras do Escritório Ramos de Azevedo


Sob a organização da Restarq/Via das Artes, a mostra traz imagens dos projetos e da equipe que transformaram o cenário da cidade

Para marcar as comemorações dos 461 anos de São Paulo, o Centro Cultural Correios apresenta, de 17 de janeiro a 17 de março, a Exposição "Escritório Ramos de Azevedo: a arquitetura e a cidade", com fotos, desenhos e plantas que revelam a história da equipe por trás de um dos grandes nomes da arquitetura paulista e seus projetos que contribuíram para a modernização da cidade em franco crescimento. 

Organizada pela Restarq/Via das Artes, com o apoio da Lei Rouanet - Lei Federal de Incentivo à Cultura -, a mostra tem como objetivo levar a público arquivos desconhecidos pela maioria da população e até inéditos, que retratam as transformações de São Paulo de 1886 a 1965. 

A história dos legados e bastidores do Escritório Ramos de Azevedo é contada em mais de 100 imagens e documentos, distribuídos em 80 painéis e três vitrines. O acervo conta com imagens selecionadas do Arquivo Histórico de São Paulo, digitalizadas em parceria entre a Prefeitura de São Paulo e a Universidade de São Paulo (USP). A mostra também se destaca por ser a primeira a trazer coleções particulares cedidas pelos herdeiros dos projetistas do escritório de Ramos de Azevedo. 

Quatro momentos da história - Sob a curadoria de Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno e com a consultoria de Nestor Goulart Reis, ambos docentes da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), a exposição foi dividida em quatro módulos. 


O primeiro, "Dr. Ramos de Azevedo e seus parceiros - 1886-1928", retrata o espírito empreendedor do arquiteto ao montar uma empresa capaz de cuidar de pormenores desde a concepção do projeto até a execução da obra. Em seu auge, em 1890, o seu escritório chegou a contar com 500 colaboradores, incluindo projetistas, marceneiros, engenheiros, mestres de obras e operários. 

O segundo módulo, "As obras públicas - 1886-1928", apresenta fotos e desenhos com fortes apelos estéticos dos projetos desenvolvidos especialmente para a São Paulo em crescimento. Entre os destaques estão as imagens ampliadas e plantas técnicas dos edifícios símbolos da cidade, como a sede dos Correios e Telégrafos (que concentrou a expansão da cidade na região central, em direção ao Boulevard São João), o Palácio das Indústrias, a Secretaria da Agricultura e muitos outros. 

O acervo inclui ainda desenhos de móveis, revelando uma faceta pouco conhecida dos escritórios de arquitetura daquela época: os projetos arquitetônicos eram criados como um conjunto, contemplando inclusive a arquitetura de interiores e o design dos objetos. Entre projetos mobiliários que chamam atenção pela riqueza de detalhes e sutileza estão os das bancas de venda do Mercado Municipal.

Além dos prédios públicos, concentrados sobretudo na região central, o Escritório Ramos de Azevedo também criou diversos projetos para empresários, banqueiros e investidores. Assim, o módulo "Empresário e capitalista: as obras para particulares - 1886-1928" reúne plantas e desenhos de edifícios para estabelecimentos como o Banco di Napoli, hotéis, fábricas e palacetes para classe média e alta nos novos bairros. 

Já a última parte da mostra, "A Segunda fase: Escritório F. P. Ramos de Azevedo, Severo & Villares - 1928-1965" retrata o período após a morte do arquiteto, marcado por edifícios cada vez mais altos e com a forte influência do Art Décô. Capitaneado por Arnaldo Dumont Villares e com aproximadamente 50 colaboradores, o escritório realizou proezas da engenharia como o Edifício Britânia, erguido nas encostas do Vale do Anhagabaú, a partir do congelamento do solo do edifício vizinho, o Liberty Paulista, por dois longos anos. Na época também foram realizadas outras obras importantes, como o Estádio do Pacaembu e seus móveis em estilo Art Décô, projetados em sintonia com a estética dos edifícios. 




Serviço:

Exposição "Escritório Ramos de Azevedo: a arquitetura e a cidade"
Período: 17 de janeiro a 17 de março
Local: Centro Cultural Correios São Paulo - Av. São João, s/nº - Centro
Telefone: (11) 3227-9461
Entrada franca 
Horário: de terça a domingo, das 11h às 17h.
Visita monitorada: terças a domingo, das 11h às 17h. 
Informações e agendamento de visita monitorada: tel. (11) 5083 4360 ou pelo e-mail viadasartes@viadasartes.com.br
Classificação: livre 
Capacidade: 150 pessoas 
Acesso para portadores de necessidades especiais

Ficha técnica:
Curadoria: Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno, docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. 
Consultor: Nestor Goulart Reis, Professor titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. 
Coordenação geral e produção: Ana Maria Xavier, diretora executiva da Restarq/Via das Artes
Projeto expositivo: Escritório Júlio Abe
Patrocínio: Correios
Realização: Lei Rouanet de Incentivo à Cultura

Sobre Restarq/Via das Artes
A Restarq / Via das Artes são empresas que atuam na área cultural há mais de 20 anos, focadas na valorização do patrimônio cultural e artístico brasileiro.
Ao longo de sua existência produziu mais de 20 livros e 30 exposições, alguns premiados e restaurou importantes edifícios tombados pelos órgãos de preservação, além de prestar consultoria na área cultural e de responsabilidade social.

Sobre Centro Cultural Correios 
Desde 2013, o Centro Cultural Correios São Paulo vem oferecendo ao público uma programação cultural diversificada, de qualidade e gratuita. O espaço ocupa uma área de 1.280m² do amplo Prédio Histórico dos Correios, que abriga também a Agência Central dos Correios de São Paulo, considerada a maior do país, e a Agência Filatélica D. Pedro II. Inaugurado em 1922, o Prédio Histórico é um dos cartões postais do centro de São Paulo, pelas suas dimensões arquitetônicas, tamanho e localização.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Musical Crianceiras em São Paulo dia 08 de fevereiro


 
Concebido pelo músico sul-mato-grossense Márcio de Camillo, a partir da obra de Manoel de Barros, o mais aclamado poeta brasileiro da contemporaneidade, inspirado nas iluminuras da artista plástica Martha Barros, sob a direção de Luiz André Cherubini do Grupo Sobrevento de Teatro de Animação, o musical Crianceiras reúne poesia, música, imagem, ação e movimento em uma encenação delicada e bela, concebida por artistas criadores comprometidos com a arte contemporânea feita para crianças. 
O grupo, composto por músicos e atores com carreiras independentes e que foram selecionados para esse espetáculo, se apresenta dia 08 de fevereiro, domingo, no Auditório Ibirapuera
O espetáculo contribui para aproximar as crianças das artes: da literatura, da música, do teatro, do cinema de animação e da tecnologia digital, fazendo-se ponte da obra poética para a infância.  Apesar de ser destinado a crianças, o musical agrada a todas as idades, todos se rendem com entusiasmo ao humor, as brincadeiras com as palavras e a profundidade de Manoel de Barros. 
A encenação apresenta a poesia interagindo com linguagens múltiplas, como as iluminuras da artista Martha Barros, filha do poeta Manoel de Barros, que ganham vida no cinema de animação e contracenam com os músicos, atores e bonecos, ilustrando a linguagem poética na cena. 
“O Crianceiras é uma homenagem que fiz para todas as crianças, porque eu queria ensinar para minha filha poesia de um jeito diferente”, conta Marcio, autor e intérprete principal do espetáculo. Para Luiz André, “Às vezes quando você faz um espetáculo para crianças você acaba tendendo a ideias muito preconceituosas sobre o que é uma criança. No espetáculo não há condições ou facilidades. Há um entendimento da criança como ser humano pleno e capaz de poesia, porque toda criança nasce poeta”.
 O CD “Crianceiras” lançado em 2011, foi indicado como “Melhor álbum Infantil” em 2012 pelo “Prêmio da Música Brasileira” e tem 5 de suas canções veiculadas no Gloob, como videoclipes de animação. 
O musical, há dois anos em circulação pelo país, já realizou mais de 100 apresentações, foi visto por aproximadamente 100.000 pessoas e participou de importantes festivais nacionais: a 12ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, o Sesi Bonecos do Mundo e a II Bienal do Livro e da Leitura de Brasília. 
Para conhecer mais acesse www.crianceiras.com.br
 FICHA TÉCNICA 
  • Poesias – Manoel de Barros (MS)
  • Concepção e Direção Musical- Márcio de Camillo (MS)
  • Iluminuras – Martha Barros (RJ)
  • Direção- Luiz André Cherubini (SP)
  • Assistência de Direção - Andréa Freire (MS)
  • Cenografia e Figurino – Telumi Hellen (SP)
  • Desenho de Luz – Renato Machado (RJ)
  • Adereços – Carol Jordão (MS)
  • Animação audiovisual – Josué Junior / Animatronic Estúdio (MS) e Andrea Senise (SP)
  • Intérprete: Márcio De Camillo (MS)
  • Músicos: Chicão Castro( MS) e Caio Nascimento (MS)
  • Atores – Ângela Montealvão (MS) e Geraldo Saldanha (MS)
  • VJ – Adrian Okumoto (MS)
  • Assistente de Iluminação- Camila Jordão (MS)
  • Técnico de Som: Roberta Siviero (SP)     
  • Contrarregragem: Izabella Maggi (MS) 
  • Cenotécnico: Paulo Higa (MS)
  • Designer Gráfico: Lula Ricardi/ XYZ Design (SP)
  • Produção Executiva: Izabella Maggi ( MS)
  • Produção: Criatto Promoções ( MS) 
SERVIÇOESPETÁCULO CÊNICO MUSICAL CRIANCEIRAS – POESIAS DE MANOEL DE BARROS MUSICADAS POR MÁRCIO DE CAMILLOLocal: Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer | Av. Pedro Alvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque do Ibirapuera (Entrada para carros pelo Portão 3)
http://www.auditorioibirapuera.com.brTel: (11) 3629-1075 | info@auditorioibirapuera.com.br 
Data: dia 08 de fevereiro – domingo
Horário: 16h
Duração: 55 minutos
Capacidade: 800 lugares
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada) – os ingressos poderão ser adquiridos na bilheteria do Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer a partir do dia 22 de janeiro de 2015 
Ar-condicionado. Acesso a deficientes. Proibido fumar no local.
Estacionamentos / Transporte:
Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$ 5,00 por duas
horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h
Ônibus:
Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Estação da Luz
Linha 5630 – Terminal Grajaú / Metrô Bras
Linha 675N – Metrô Ana Rosa / Terminal Sto. Amaro
Linha 677A – Metrô Ana Rosa / Jardim Ângela
Linha 775C/10 – Jardim Maria Sampaio / Metrô Santa Cruz
Linha 775A/10 – Jd. Adalgiza / Metrô Vila Mariana
O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que venha de táxi ou transporte público 
Horários da bilheteria:Quinta-feira: das 11h às 20h
Sexta-feira e sábado: das 11h às 22h
Domingo: das 11h às 20h 
Meia Entrada:
- Estudantes: apresentar na entrada Carteira de Identidade Estudantil.
- Professores da Rede Estadual, Aposentados e Idosos acima de 60 anos: apresentar RG e comprovante.
- Menores de 12 anos, acompanhados pelos pais, têm direito a 50% de desconto do valor da inteira, quando Censura Livre. 
Assessoria de Imprensa – Crianceiras

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

UFSCar recebe inscrições para ingresso pelo SiSU na próxima semana



Em relação a 2014, houve aumento de 80 vagas no Campus São Carlos, com o novo curso de Bacharelado em Tradução e Interpretação em Língua Brasileira de Sinais e aumento de vagas nos cursos de Bacharelado em Educação Física, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) publicou o edital contendo o calendário completo com as datas de inscrição no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e com as datas das chamadas e matrículas. Para inscrever-se o candidato terá que acessar o site do SiSU, emhttp://sisu.mec.gov.br, no período entre 19 e 22 de janeiro, e escolher até duas opções de vaga, 1ª e 2ª opção - que podem ser, inclusive, para vaga na mesma universidade. No total, a UFSCar ofertará por meio do SiSU 2.783 vagas em 61 opções de cursos de graduação, distribuídas em seus quatro Campi: São Carlos, Araras, Sorocaba e Lagoa do Sino (Buri - SP). Em relação a 2014, houve aumento de 80 vagas para cursos ofertados em São Carlos, sendo 30 vagas no novo curso de Bacharelado em Tradução e Interpretação em Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS/Língua Portuguesa; 20 vagas a mais no curso de Educação Física - Bacharelado e acréscimo de 15 vagas nos cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica que ofertarão 60 vagas cada.


Para cada uma das opções, o estudante deverá indicar a modalidade de concorrência, de acordo com o estabelecido pela Lei 12.711/2012, que instituiu a reserva de vagas nas Instituições Federais de Ensino. Na UFSCar, 50% das vagas são reservadas aos estudantes que cursaram o Ensino Médio integralmente em escolas da rede pública de ensino, sendo que metade dessas vagas estão reservadas para estudantes que tenham renda bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita. Na divisão das vagas pelo critério de menor ou maior renda, também é aplicada a reserva para estudantes que se autodeclaram como pretos ou pardos (34,7% das vagas), na forma definida no regulamento.


Neste ano, o SiSU fará uma única chamada cujo resultado será divulgado no dia 26 de janeiro, exclusivamente pela internet, no site do SiSU, em http://sisu.mec.gov.br, e também no site da própria Universidade. O requerimento da matrícula deve ser feito presencialmente nos dias 30 de janeiro, 2 ou 3 de fevereiro, dependendo do curso em que o candidato foi selecionado. Os horários e locais de atendimento devem ser consultados no edital, disponível no site www.ufscar.br. Outras informações podem ser obtidas junto à Coordenadoria de Ingresso na Graduação da UFSCar pelo telefone (16) 3351-8152.