sábado, 20 de fevereiro de 2016

Lançamento do livro Águas do Alto Tietê

Obra aborda, dentre diversos assuntos, a evolução dos principais projetos realizados na bacia do Alto do Tietê

No próximo dia 25 de fevereiro, os autores Arnaldo Kutner, Marco Antonio Palermo e Renato Zuccolo lançam o livro “Águas do Alto Tietê”, no Instituto de Engenharia.
Com prefácio do “príncipe dos poetas”, Paulo Bomfim, o livro aborda a evolução histórica dos principais projetos e obras realizados nesta bacia cujo território praticamente coincide com a Região Metropolitana de São Paulo.
A obra também traz diversas propostas para o rio Tietê que, se tivessem sido realizadas, transformariam São Paulo em uma cidade completamente diferente do ponto de vista urbanístico.
O nosso desenvolvimento urbano tomou outra direção, que privilegiou mais o viário. A drenagem e o saneamento ficaram relegados a segundo plano. A cidade se transformou, teve o maior crescimento já registrado em 100 anos no Ocidente, mas hoje sofremos com as consequências dessa política: inundações frequentes e intensas, estiagens severas, mudanças no microclima, assentamentos precários nas áreas de mananciais e a incontrolada poluição dos rios urbanos.
O livro também apresenta discussão sobre a crescente crise hídrica e propõe perspectiva de evolução construtiva, chamada de Sistema Hídrico Integrado. Nesse modelo, os serviços urbanos, a drenagem, o saneamento básico e a recuperação da qualidade das águas seriam administrados de forma integrada e articulada pelos representantes governamentais e sociais, novas tecnologias de informação e gestão seriam aplicadas e novos paradigmas seriam adotados.
A obra envereda também pelo mundo da arte. Mostra, já na sua capa, como era agradável e bucólica a vida do paulistano, em contato com um rio de planície e de amplas várzeas. Exemplos da iconografia paulista do século XIX e do início do século XX atestam como o rio Tietê estava integrado à vida social da cidade de São Paulo. O poema Tietê, de Mario de Andrade, foi musicado pelo compositor Ronaldo Miranda, e o CD intitulado “Tríptico do Tietê” integra o livro.

Serviço
Lançamento do livro “Águas do Alto Tietê”
Data e local: 25 de fevereiro, às 19h, no Instituto de Engenharia (Av. Dr. Dante Pazzanese, 120 - Vila Mariana – SP)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Teatro na Biblioteca Mário de Andrade traz adaptação de Júlio Cortázar




Entre 12 de fevereiro e 20 de março, o grupo Nossa Companhia, encena “Quase uma Adaptação”, peça inspirada no universo fantástico do escritor Júlio Cortázar e adaptada por Lucas Lassan.

Durante a trama, dois irmãos têm sua rotina subitamente mudada quando a casa onde vivem é assaltada por fenômenos inusitados e desprovidos de razão. Aterrorizados, ambos não enxergam outra saída a não ser abandonar o casarão.

As sessões ocorrem na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, de quinta a sábado, às 20h; e aos domingos, às 18h. A entrada é gratuita, com distribuição de senhas uma hora antes da apresentação.

Serviço:
Teatro – “Quase uma Adaptação” na Biblioteca Mário de Andrade
Data: 12 de fevereiro a 20 de março
Horário: de quinta a sábado, às 20h; e aos domingos, às 18h
Endereço: Auditório da Biblioteca Mário de Andrade - Rua da Consolação, 94, Centro - (Prox. Metrô Anhangabaú - República). Informações: 3775-0002.
Gratuito
Capacidade: 175 pessoas