quarta-feira, 30 de junho de 2010

Fwd: Release 20 Cine Ceara noite de terca.29 doc

 LONGA IBERO AMERICANO, CURTAS BRASILEIROS E HOMENAGEM AO FESTIVAL DE CARTAGENA MARCAM A PENÚLTIMA NOITE DA MOSTRA COMPETITIVA 
Patrícia Pillar será a homenageada na cerimônia de encerramento amanh,ã às 20hr, no Cine São Luiz  
Com a exibição de três curtas e um longa-metragem na noite desta terça-feira no Cine São Luiz, os palpites sobre quem levará o troféu Mucuripe ganham mais consistência, uma vez que a mostra competitiva terá apenas mais uma sessão hoje. 
A programação, como de praxe, começou com um tributo. O homenageado com o troféu Eusélio Oliveira foi o Festival Internacional de Cartagena de Índias, considerado o evento de maior transcendência na promoção do cinema de alta qualidade na Colômbia.
 O festival foi fundado por Víctor Nieto Nuñez, que o dirigiu ao longo de 48 anos, até perto de falecer, aos 92 anos, em novembro de 2008. 
Antonio Leal, da diretoria do Fórum dos Festivais, foi escolhido para entregar o troféu ao vice-presidente do evento, Salvatore Basile. De acordo com Leal, o mais antigo Festival de Cinema da América Latina, que em março deste ano chegou a 50 edições, está atuando em associação com o fórum brasileiro e em breve devem fazer acordos de cooperação. 
Cineasta e ator, Salvatore esbanjou simpatia quebrando o protocolo ao cumprimentar as apresentadoras com beijinhos para alegria do público. Em breve discurso, dedicou a honraria ao criador. "Victor, vai para ti", disse erguendo o troféu. 
Em seguida, subiram ao palco os representantes dos curtas-metragens em competição. Juliana Vicente, produtora de Avós, definiu o curta como um filme que fala de memória e de família. "O que me encanta nesse filme é que essas avós podem ser avós de qualquer um de nós", concluiu. O filme Um Lugar Comum foi apresentada pelo próprio diretor, Jonas Brandão. "Essa animação é sobre o passar do tempo", declarou. Já Amigos Bizarros do Ricardinho foi representado pelo próprio ator e personagem principal do curta.  "Não foi tão fácil ser eu mesmo", disse. 
A noite seguiu com a apresentação de O Último Verão de la Boyita, de Julia Solomonoff. A co-produção Argentina/França/Espanha foi apresentada pelo produtor José Sálvia, que anunciou que o filme já tem distribuidor no Brasil e deve ser lançado comercialmente agora no segundo semestre. Sobre a produção, José disse que a experiência de trabalhar com crianças foi muito rica e que um dos protagonistas, o garoto Nicolás Treise, não é ator profissional, mora no campo e nunca foi ao cinema. 
Amanhã, no Cine São Luiz, acontece a noite de encerramento e a premiação às 20 horas. A homenageada do último dia do 20º Cine Ceará será Patrícia Pillar.
Serviço:Confira a programação completa no http://www.cineceara2010.com/   


sexta-feira, 25 de junho de 2010

FW: Roda Viva - segunda-feira, 28 de junho de 2010 às 22h00 (gravação às 18H00, com transmissão ao vivo pela Internet)

 
Dilma Rousseff
Candidata á presidência

O Roda Viva encerra nesta segunda-feira, dia 28, uma série de programas para discutir as ideias apresentadas nessa disputa eleitoral.

A entrevistada será a candidata Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores. Ela nasceu dia 14 de dezembro de 1947, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Do pai búlgaro, naturalizado brasileiro, Dilma herdou o sobrenome Rousseff. Ela estudou em colégio de freiras e após o golpe militar de 64 começou militância em organizações de esquerda que combatiam a ditadura.
Dilma Rousseff foi presa em São Paulo, em 1970, ficou quase 3 anos detida e foi vítima de tortura. Libertada, seguiu para o Rio Grande Sul em 1973, onde retomou os estudos na Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal.

Após a Lei da Anistia, em 79, Dilam Rousseff filiou-se ao Partido Democrático Brasileiro, o PDT de Leonel Brizola, e começou vida profissional na Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul.

Em 93, ela assumiu a Secretaria gaúcha de Minas, Energia e Comunicações, no governo Alceu Colares, cargo que voltou a ocupar, depois, no governo Olívio Dutra.

Filiada ao PT desde 2001, Dilma Rousseff integrou o grupo de transição do eleito presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, na seqüência, assumiu o Ministério das Minas e Energia, onde ficou até 2005, quando foi para Ministério da Casa Civil da Presidência da República.

Participam como convidados entrevistadores:
Merval Pereira, membro do conselho editorial das organizações Globo, colunista do jornal O Globo e comentarista da rádio CBN e do canal Globo News; Luiz Fernando Rila, editor-executivo e coordenador da cobertura eleitoral do Grupo Estado; Sérgio Dávila, editor-executivo do jornal Folha de S. Paulo e Vera Brandimarte, diretora de redação do jornal Valor Econômico.

Colaborador:
Letícia Lovo, fotógrafa (http://www.flickr.com/photos/leticialovo).



Apresentação: Heródoto Barbeiro

O programa será gravado na própria segunda-feira, às 18H00, com transmissão ao vivo pela Internet.


O Roda Viva é apresentado às segundas a partir das 22h00.
Você pode assistir on-line acessando o site no horário do programa.
http://www2.tvcultura.com.br/rodaviva
 


TRANSFORME SUAS FOTOS EM EMOTICONS PARA O MESSENGER. CLIQUE AQUI E VEJA COMO.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

FW: Cabine O PEQUENO NICOLAU (terça-feira - 22/06 - 10h30)


Encaminhado por Nair Lúcia de Britto 
 

 

O PEQUENO NICOLAU

 

 

Baseado na obra de René Goscinny e Jean Jacques Sempé

 

Lançamento: 02 de julho

 

Nicolau leva uma vida pacífica. Seus pais o amam mais que tudo, ele tem uma turma de amigos pestinhas para aprontar todas com ele, ou seja, a vida é perfeita e não precisa mudar. Mas um belo dia, Nicolau ouve uma conversa entre seus pais, o que o faz acreditar que sua mãe está grávida. Ele entra em pânico e imagina o pior: um irmão caçula! Os pais de Nicolau não terão mais tempo para ele. Talvez o abandonem na floresta para cuidar apenas de seu irmão.Para escapar desse terrível destino, Nicolau embarca em uma campanha para mostrar aos seus pais que ele é indispensável. Mas por tentar agradar de mais, após vários tropeços ele acaba os enfurecendo. Desesperado, ele decide mudar de tática, afinal ele chegou primeiro então é o bebê que deve desaparecer. Nicolau e seus amigos desastrados surgem com diversos planos e quando eles acreditam que acharam a solução Nicolau encontra um amigo que acabou de ganhar um irmão caçula e descreve todos os aspectos positivos de ser o irmão mais velho. Transformado, ele corre para os pais, feliz por ter um irmão ele descobre que houve um mal entendido e começa a chorar e acredita que nunca mais poderá ser feliz. Mas uma última surpresa aguarda o pequeno Nicolau.

 

Título original: Le Petit Nicolas

2009, 91 min, cor / (Áudio em Francês) Comédia

Diretor: Laurent Tirard

Roteiro: Alain Chabat, René Goscinny

Produzido: Eric Jehelmann e Genevieve Lemal

Diretor de Fotografia: Denis Rouden

Direção de Arte: Laurie Crochelet

Edição: Valérie Deseine

Edição de som: Ricardo Castro e Thomas Gastinel

 

 

Elenco

Máxime Godart                        Nicolau

Valérie Lemercier                      Mãe de Nicolau

Kad Merad                               Pai de Nicolau

Sandrine Kiberlain                     Professora

François-Xavier Demaison        Sopa

Michel Duchaussov                   O Diretor

Daniel Prévost                          Sr. Moucheboume

Michel Gelabru                          Le Ministre

Anémone                                 Blédur

Louise Bourgoin                       Florista

Vincent Claude                         Alceu

Charles Vaillant                         Godofredo

Victor Carles                                      Clotário

Benjamin Averty                      Eudes

Germain Petit Damico               Rufus

Virgile Tirard                      Joaquim



TRANSFORME-SE EM PERSONAGENS ENGRAÇADOS COM O SITE DE I LOVE MESSENGER. VEJA COMO.

FW: PAULÍNIA FESTIVAL DE CINEMA - 2010 divulga filmes selecionados


Encaminhado por Nair Lúcia de Britto 
 

 

PAULÍNIA FESTIVAL DE CINEMA – 2010 DIVULGA FILMES SELECIONADOS

 

Evento homenageia o diretor Hector Babenco com a exibição da cópia restaurada de O Beijo da Mulher Aranha, na abertura, dia 15 de julho;

400contra1 – Uma História do Crime Organizado, de Caco Souza, encerra o festival no dia 22;

 

Para solicitar envio de fotos e ficha técnica dos filmes, por favor, envie e-mail para carolina@procultura.com.br

 

A Comissão organizadora da terceira edição do Paulínia Festival de Cinema - 2010, formada pelo Secretário de Cultura, Emerson Alves, pelo diretor do Festival, Ivan Melo, e pelo crítico de cinema, Rubens Ewald Filho, divulgou hoje os filmes selecionados para o evento que acontece no período de 15 a 22 de julho.

 

A Seleção Oficial do Paulínia Festival de Cinema - 2010 vai exibir um total de 27 filmes dos quais 12 são longas-metragens (seis de ficção e seis documentários) e 13 são curtas-metragens, sendo seis deles da região Metropolitana de Campinas. O Festival recebeu inscrições de 36 longas de ficção, 47 documentários em longa-metragem, 254 curtas nacionais e 30 curtas regionais, totalizando 367 títulos inscritos.

 

Os filmes da Seleção Oficial concorrem a 650 mil reais em prêmios e serão exibidos entre os dias 16 e 21 de julho, no Theatro Municipal de Paulínia.  Na sexta-feira, dia 16, o Paulínia Festival de Cinema – 2010 exibe os selecionados da primeira etapa do Cel.U.Cine, festival de micrometragens  patrocinados pela Oi, que tem como tema "o mundo é uma bola: vivemos em círculos".

 

Abertura e Encerramento

Na abertura do evento será exibido o filme O Beijo da Mulher Aranha, de Hector Babenco, homenageado do Festival. Dois títulos completam a homenagem ao diretor: Pixote In Memorian, de Felipe Briso e Gilberto Topczewski e Coração Iluminado, também dirigido por Babenco. Os dois filmes serão exibidos na Mostra Paralela. O Beijo da Mulher Aranha, com Sonia Braga, William Hurt e Raul Julia, completou 25 anos e foi o único representante latino-americano da mostra Cannes Classics 2010, evento do Festival de Cannes. O filme venceu diversas de premiações internacionais – incluindo os prêmios Oscar®, BAFTA e Cannes de Melhor Ator para William Hurt. A sessão para convidados será realizada às 20h30, no Theatro Municipal de Paulínia.

 

O encerramento do Festival acontece na noite de 22 de julho, quinta-feira, a partir das 19h, em cerimônia para convidados, com a exibição do longa 400contra1 – Uma História do Crime Organizado, de Caco Souza. Após a exibição do filme, acontecerá a premiação do Festival.

 

Mostra Paralela

De 16 a 21 de julho, às 16h, serão exibidos, no Theatro Municipal de Paulínia, cinco longas já lançados no circuito comercial e também Cabeça a Prêmio, de Marco Ricca, longa comercialmente inédito, produzido no Pólo Cinematográfico. Completando a Mostra Paralela o Festival exibe dois filmes infantis inéditos:  Eu e Meu Guarda Chuva, de Toni Vanzolini e Gui, Estopa e a Natureza, de Mariana Caltabiano, respectivamente nos dias 17 e 18 (sábado e domingo) às 14h.

 

Entrada Franca

Com exceção da abertura e do encerramento, todas as sessões de filmes no Festival serão abertas ao público e terão entrada franca.

 

Seleção

Abaixo segue a lista completa dos filmes da Seleção Oficial do Festival, assim como da mostra paralela. A programação do Festival segue anexada.

 

Longas de Ficção

1. Malu de Bicicleta, de Flávio Tambellini (RJ)

2. Desenrola, de Rosane Svartman (RJ)

3. Broder, de Jeferson De (SP)

4. Dores e Amores, de Ricardo Pinto e Silva (SP)

5. 5 X Favela, Agora Por Nós Mesmos, de Manaíra Carneiro e Wagner Novaes; Rodrigo Felha e Cacau Amaral; Luciano Vidigal; Cadu Barcellos;  Luciana Bezerra (RJ)

6. Atenção, o sexto título será definido na próxima semana!

 

Documentários

1. Sobre Leite e Ferro, de Claudia Priscilla (SP)

2. São Paulo Cia de Dança, de Evaldo Mocarzel (SP)

3. Lixo Extraordinário, de Lucy Walker, João Jardim e Karen Harley (RJ)

4. Uma Noite Em 67, de Renato Terra e Ricardo Calil (RJ)

5. Programa Casé, de Estevão Ciavatta (RJ)

6. As Cartas Psicografadas de Chico Xavier, de Cristina Grumbach (RJ)

 

Curtas Nacionais

1. Retrovisor, de Rogério Zagallo (SP)

2. Estação, de Marcia Faria (SP)

3. Eu Não Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro (SP)

4. Quem vai comer minha mulher? (Who's Gonna F… My Wife?), de Rodrigo Bittencourt (RJ)

5. Tempestade, de César Cabral (SP)

6. 1:21, de Adriana Câmara (PE)

7.  Ensolarado, de Ricardo Targino (RJ)

 

Curtas Regionais

1. Depois do Almoço, de Paula Pripas (Campinas)

2. Nicolau e as Arvores, de Lucas Hungria (Campinas)

3. Meu Avô e Eu, de Cauã Nunes (Campinas)

4. Um Lugar Comum, de Victor Canela (Sumaré)

5. Dona Tota e o Menino Mágico, de Adriana Meirelles

6. Só Não Tem Quem Não Quer, de Hidalgo Romero

 

Mostra Paralela

1. Pixote in Memmorian, de Felipe Briso e Gilberto Topczewski

2. Coração Iluminado, de Hector Babenco

3. É Proibido Fumar, de Anna Muylaert

4. Chico Xavier – o filme, de Daniel Filho

5. Salve Geral, de Sérgio Rezende

6. Cabeça a Prêmio, de Marco Ricca

 

Especial Infantil

1. Eu e Meu Guarda Chuva, de Toni Vazolini

2. Gui, Estopa e a Natureza, de Mariana Caltabiano

 

Prêmios

O Festival distribuirá, por meio de sua premiação oficial, um total de R$ 650 mil aos vencedores das diversas categorias, como segue:

 

Filmes de longa metragem
Melhor Filme ficção: R$ 150.000
Melhor Documentário: R$ 50.000   
Melhor Diretor ficção: R$ 35.000   
Melhor Diretor Documentário: R$ 35.000   
Melhor Ator: R$ 30.000   
Melhor Atriz: R$ 30.000   
Melhor Ator coadjuvante: R$ 15.000   
Melhor Atriz coadjuvante: R$ 15.000   
Melhor Roteiro: R$ 15.000   
Melhor Fotografia: R$ 15.000   
Melhor Montagem: R$ 15.000   
Melhor Som: R$ 15.000   
Melhor Direção de arte: R$ 15.000   
Melhor Trilha Sonora: R$ 15.000   
Melhor Figurino: R$ 15.000   
Especial Júri: R$ 35.000  

Filme de curta-metragem - Nacional
Melhor filme: R$ 25.000   
Melhor Direção: R$ 15.000   
Melhor Roteiro: R$ 10.000  

Filme de curta-metragem - Regional
Melhor filme: R$ 25.000   
Melhor Direção: R$ 15.000   
Melhor Roteiro: R$ 10.000  

Júri Popular
Melhor longa ficção: R$ 25.000   
Melhor documentário: R$ 15.000   
Melhor curta metragem nacional: R$ 5.000   
Melhor curta-metragem regional: R$ 5.000  

 

Atividades paralelas

O Paulínia Festival de Cinema – 2010 traz ainda:

- Debates

- Seminários

- Realização do III Encontro Roteiro em Questão.

- Lançamento de livros e dvds

 

Realização e Patrocínios

Realização – Prefeitura Municipal de Paulínia, através da Secretaria Municipal de Cultura.

Patrocínio – Quanta.

Apoio InstitucionalImprensa Oficial do Estado de São Paulo.

Apoio - Vitoria Hotéis (o Hotel Oficial do Festival).

 

 

 



TRANSFORME SUAS FOTOS EM EMOTICONS PARA O MESSENGER. CLIQUE AQUI E VEJA COMO.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Saramago é homenageado na TV Cultura



Entrelinhas e Roda Viva exibem entrevistas de Saramago neste domingo

Programas levam ao ar trechos de momentos exclusivos do autor na TV Cultura

São Paulo 18 junho 2010 – O Entrelinhas deste domingo (20/6), às 21h30, faz uma homenagem ao escritor português José Saramago, que faleceu nesta sexta-feira (18/6), aos 87 anos, em Lanzarote (Ilhas Canárias, na Espanha). A atração irá exibir dois trechos das entrevistas que ele concedeu, uma em novembro 2005, para o jornalista Ivan Marques, e outra em dezembro de 2008, ao editor chefe do Entrelinhas e apresentador do Letra Livre, Manuel da Costa Pinto. E extraordinariamente neste domingo, o Roda Viva reapresenta o programa gravado com o autor, em 2003.   

Saramago ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em outubro de 1998, aos 75 anos. Entre seus livros estão os romances O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984), A Jangada de Pedra (1986), Todos os Nomes (1997), e O Homem Duplicado (2002); a peça teatral In Nomine Dei (1993) e os dois volumes de diários recolhidos nos Cadernos de Lanzarote (1994-7).

Ateu e integrante do Partido Comunista Português, o Saramago nasceu em 1922, em Azinhaga, uma aldeia ao sul de Portugal, numa família de camponeses. Autodidata, antes de se dedicar exclusivamente à literatura trabalhou como serralheiro, mecânico, desenhista industrial e gerente de produção em uma editora.

Ministro lança estudo que aponta crescimento do turismo brasileiro nos próximos anos

 

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, lança na próxima segunda-feira (21), em Brasília (DF), durante reunião do Conselho Nacional do Turismo (CNT), documento que apresenta um diagnóstico sobre a atividade turística no país e as perspectivas para o crescimento do setor até 2014.

 

O Documento Referencial Turismo no Brasil 2011/2014 foi construído pelas principais entidades e lideranças do turismo nacional. Apresenta uma avaliação sobre o dinamismo do setor dentro do ambiente econômico nacional e internacional e se antecipa aos principais desafios que a iniciativa pública e privada terão para preparar o turismo brasileiro para a Copa do Mundo de 2014.

 

O documento aponta, por exemplo, para a consolidação do turismo como produto de consumo do brasileiro. Estima que os desembarques domésticos saltem dos 56 milhões, registrados em 2009, para 73 milhões, em 2014. Projeta também a geração de dois milhões de ocupações no setor de 2010 a 2014. A entrada de divisas internacionais deverá crescer 55%, no mesmo período, saltando de 6,3 bilhões para R$ 8,9 bilhões no ano de realização da Copa do Mundo no Brasil.

 

Depois de lançado na reunião do CNT, o documento será enviado aos candidatos à Presidência da República.

Festival Guarnicê de Cinema anuncia os filmes selecionados para a 33ª edição.



33º Festival Guarnicê de Cinema exibirá longas em sua programação.

Festival Guarnicê de Cinema, um dos mais tradicionais festivais de cinema do Brasil, anuncia os quinze filmes participantes de 33ª edição, que acontece de 22 a 26 de junho em São Luís (MA).
Neste ano, haverá uma mostra não-competitiva de longas-metragens. O festival abre com "O Homem Mau, Dorme Bem" de Geraldo Moares, e encerra com "As Melhores Coisas do Mundo", de Laís Bodanzky. Os outros longas selecionados são "Inversão" de Edu Felistoque, "Em Quadro - A História de 4 Negros na Tela" de Luiz Antonio Pilar e "Vida de Balconista" de Cavi Borges e Pedro Monteiro. Estão confirmadas as presenças dos atores Malu Moraes, Mariana Nunes, Simone Lliescu e Luiz Carlos Vasconcelos.

Os filmes selecionados para a mostra competitiva são:

Deus Arma, de Johil Carvalho e Sérgio Lacerda (DF);
Nego Fugido, de Marília Hughes e Cláudio Marques (BA);
Incelença da Perseguida, de Silvio Gurjão (CE);
Bailarino e o Bonde, de Rogério Nunes (SP);
O Filme mais violento do mundo (MG);
Obrigada, de Giancarlo Di Tommaso (RJ);
Mestre Vitalino e nós no barro, dirigido por alunos da rede municipal de Vitória (ES);
Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos, de Camilo Cavalcante (PE);
O Divino, de repente, de Fábio Yamaji (SP);
Bailão, de Marcelo Caetano (SP);
Verdadeiro ou Falso, de Jimi Figueiredo (DF);
Rio de Mulheres, de Cristina Maure e Joana Oliveira (MG).
A Esperança  é a ultima que morre, de Armando Mendez (MG);
Revertere Ad Locum Tuum, de Armando Mendez (MG)
Vela ao crucificado, de Frederico Machado (MA).

Competirão  ainda mais 23 vídeos dos estados de São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Ceará, Pernambuco e Maranhão. O 33º Guarnicê é uma promoção da UFMA, por meio dos departamentos de Assuntos Culturais (Proex), Artes (CCH) e Comunicação Social (CCSo). A realização é da Fundação Sousândrade, com co-patrocínio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

 
Serviço:
33º Festival Guarnicê de Cinema
de 22 a 26 de junho
Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no Cohafuma, em São Luís.
Entrada gratuita.

Taller de Vivienda "Politicas de Estado y Movimientos Sociales"

En SOCIALES
"Taller de vivienda: POLÍTICAS DE ESTADO Y MOVIMIENTOS SOCIALES.
Una mirada sobre la ciudad de Buenos Aires
 
Viernes 18/06, 20 hs.
1º Encuentro: "La mercantilización de la vivienda en la sociedad capitalista"
Vivienda: derecho humano vs. mercancía.
Planificación del Mercado- planificacion social.
Negocio inmobiliario y Politicas Sociales.
Contradicciones en el seno del Estado
 
en Facultad de Cs. Sociales, Sede Constitucion. Santiago del Estero 1029. Hall de entrada
 
Viernes 02/07, 20 hs.
2º Encuentro
Macroeconomía y la problemática de la vivienda.
Especulación inmobiliaria y crisis financiera internacional.
Capital concentrado y su papel en el mercado inmobiliario
 
Viernes 16/07, 20 hs.
3º encuentro
El rol del estado en la problemática habitacional
Modelos de Estado y políticas públicas en la ciudad de Buenos Aires a lo largo del S. XX y S. XXI
Definición de los sujetos "merecedores" y acciones implementadas
La incidencia de las organizaciones sociales en la creación y puesta en práctica de las políticas
 
Viernes 30/07
4º encuentro
La lucha de los movimientos sociales ayer y hoy.
Huelga de Inquilinos, Ley 341.
Situación actual y objetivos a corto y largo plazo en torno a la problemática habitacional de la ciudad de Buenos Aires.

En EXACTAS
JUEVES 17 DE JUNIO 19 HS-AULA 4 PABELLÓN 2
CHARLA-DEBATE   
 
Desalojos y destrucción de humedales en el Delta
 
Las familias vienen denunciando los sistemáticos atropellos que sufren a manos de la empresa Colony Park, que intenta desalojarlos para construir un mega barrio cerrado en el Delta. La Justicia no actúa en tiempo y forma a pesar de las denuncias y las evidencias.
En este escenario desesperante a las familias sólo les resta el derecho a la legítima resistencia de su posesión, pues el Estado no los defiende, mientras que sí resguarda la usurpación, daño ambiental y cambio de cursos de agua que realiza la empresa.
Esta violencia contra las familias isleñas del arroyo Anguilas afecta también a la población de la provincia y ciudad de Buenos Aires puesto que el Anguilas o lo que queda de él, es parte del humedal que filtra el agua que toma la ciudad, amortigua las crecientes, y oxigena el Río de la Plata y a su población.
¡¡¡Todos somos el Anguilas y sus familias!!!
 
Contaremos con la presencia de
Diego Domínguez (miembro de la Asamblea del Anguila y del MNCI)
Patricia Kandus (Profesora de Ecología-UNSAM).
 
Organiza: Agrupación PRISMA / Organización Territorial La Pulpería
 
 

En Filosofía y Letras
 
Trazar caminos de lucha, el desafío de las organizaciones del campo popular
Jornadas de discusión, expresión artística, debate y movilización.
 
Miércoles 16/06 – Hall del 3er piso - PUAN 480
"Plan Argentina Trabaja, Movimientos Sociales y clase obrera"
El estado de situación de la lucha de los movimientos sociales hoy.
-¿Qué perspectivas ofrecen los planes? ¿Cuáles son sus límites? Su repartición.
-La relación con el Estado y sus tensiones.
-Contradicciones presentes en las cooperativas de trabajo. ¿Paliativos o trabajo genuino?
-Cambios en la concepción de la clase obrera
-¿Qué nivel de organización, hacia el interior del movimiento, permitieron los planes?
-La inscripción al PAT y su reelaboración, desde las organizaciones, en proyectos políticos.
 
Organizaciones invitadas: -FOL -Movimiento Evita -MTL Rebelde -Polo Obrero
 
 
 
Jueves 24/06 – Pasillo de Boquitas
A 8 años del asesinato de Dario y Maxi
Balance y perspectivas de las luchas sociales desde el 2002 hasta hoy.
 
RADIO ABIERTA
PROYECCIONES
INTERVENCIONES ARTÍSTICAS
MUESTRAS
BANDAS
 
PRISMA/LA PULPERIA - Filo En Construcción (CAUCE) - 400 Golpes
 
 

En el estacionamiento recuperado de Marcelo T
JORNADA de ARTE Y DEBATE a 8 años de Darío y Maxi
Seguimos construyendo una nueva Universidad y sociedad
Sabado 19 de Junio - de 14 a 20 hs
estacionamiento recuperado de Sociales (Azcuénaga 933)
talleres de debate
universidad (luchas universitarias hoy, universidad y organizaciones sociales)
movimientos sociales (educación popular, luchs por trabajo genuino)
panel multisectorial (movimientos sociales + universitario + sindical + comunicacional)
//serigrafía (traé tu remera)
//feria de productivos
//proyecciones
//intervenciones artísticas
cubre Antena Negra TV

PRISMA/LA PULPERIA - 400 Golpes - Cauce - Hagamos lo imposible - Amauta